Flickrweek

Daigo Oliva

[Baixe este post como um e-book]

Renegades Of Punk | Fodido e Xerocado | Foto: Daigo Oliva

Eu conheci o trabalho de Daigo Oliva por meio do colega de coletivo Marcelinho Hora, que sempre me falava de duas qualidades que ele admirava no fotógrafo: a seriedade e o instinto criativo. Como eu andava meio inquieta com a fotografia de música, em especial com esse jeito cada vez mais bonitinho e engomado dos grupos se colocarem diante das câmeras, não acreditei quando os meus olhos viram as imagens do fanzine e depois o livro Fodido e Xerocado: por favor olhe pra mim (parceria de Daigo com Mateus Mondini).

Foi encanto à primeira vista – tardio, é verdade, mas não me importo. Me senti como a Patti Smith, garimpando pérola poéticas em meio a uma infinidade de “best sellers” nas livrarias de Nova York e voltando para casa com a certeza de quem tem algo especial em mãos.

O Fodido e Xerocado surgiu em 2006 como um fanzine punk e, segundo o próprio fotógrafo, não havia intenção de cobrir especificamente cenas e épocas. Por meio de distribuição gratuita, ele e Mateus Mondini conseguiram circular uma tiragem limitada de até 200 cópias. A boa recepção do projeto fez com que a dupla abrisse em 2007 o selo Cospe Fogo, que proporcionou o lançamento do livro. Em 2010, eles realizaram uma exposição no Espaço + Soma com imagens em preto e branco obviamente xerocadas e coladas nas paredes.

Para mim, que não tive a oportunidade de conhecer o projeto antes e ver o material ao vivo, o flickr de Daigo Oliva foi a primeira vitrine. Em seguida, descobri o site do fotógrafo que traz uma seleção do material que ele acha mais bacana. Ver o livro, contudo, é imperdível. Por isso esta dica de flickrweek é apenas o primeiro passo para mergulhar neste universo em que existem veias pulsando.

Share Button

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *