Flickrweek

[brett walker]

[Baixe este post como um e-book]

Foto: Brett Walker

His name is Brett Walker – é o que ele diz sobre si mesmo no looping narrativo de Drinking the ocean through a straw, um dos trabalhos disponíveis no site everybodydoesntlikebrettwalker.com. Sua descrição é complementada por sucintas informações como local onde vive (São Francisco, California), idade (28 anos), lugares onde morou, e a estranha confissão de que sempre se perguntou como seria beber o oceano com um canudo. As informações são aparentemente superficiais, mas afirmam a ideia de que não há muito a se dizer sobre si mesmo, além de uma superficialidade qualquer. O que somos nunca pode ser dito, na verdade. Por isso existe a literatura, a pintura, a fotografia, a música, o vídeo. Para que, de alguma forma, possamos imprimir um pouco mais da nossa sensibilidade no mundo.

Brett Walker é uma espécie de fotógrafo pop do flickr. Ganhou notabilidade justamente por seu trânsito na rede social e foi se firmando com um ritmo de publicação intensa, e imagens questionadoras e instigantes. As fotos no flickr ficam ainda mais interessantes quando observadas em paralelo ao seu site pessoal. É no flickr que estão algumas das suas imagens mais atraentes, mas é no site que ele guarda os trabalhos que o definem como um “artista em ascensão” – aqui entre aspas porque gera uma série de questionamentos como os que você pode ler ao clicar no link.

Foto: Brett Walker

Seu trabalho é um claro exemplo de como uma imagem pode revelar mais de quem a produz do que do tema por ela levantado. O humor ácido e a personalidade sarcástica de Brett estão lá. O contraste apurado, a percepção de texturas, de tons entre o branco encandeante e o preto total, o desfoque contundente e o uso econômico porque minucioso das cores  são partes de sua personalidade, tanto quanto sua imensa barba ruiva, e os autorretratos bizarros que ele costuma fazer – de preferência com óculos e sunga de banho laranjas. “Sometimes art just happens”, é o que ele diz.

Mas não sempre. Quando perguntado sobre a dica que daria a quem está começando a fotografar agora, Brett diz:  Set to automatic and shoot till your finger bleeds. Se a arte não acontecer, pelo menos você vai tentando.

*Mais sobre Brett Walker: Talk: Brett Walker;  5 questions for Brett Walker

Pra visualizar o flickr dele de uma forma mais interessante: http://www.flickriver.com/photos/brettwalker/

Share Button

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *