Diálogo

Comentários

  1. coisa linda! 😀 obrigada, meu amor! Falei para o grupo que o trabalho deles estava na internet, esses dias que tive la, e eles ficaram com os olhos repletos de lagrias felizes!

  2. Julia, em 2009 e 2010, a moçada do Trotamundos Coletivo (na época eu ainda não fazia parte do coletivo) fez em Sergipe um projeto chamado Quem Faz a Foto? Eles trabalharam no primeiro projeto com o pessoal do Centro de Atendimento Psicossocial Jael Patrício (CAPS), incluindo pacientes, funcionários e gestores do setor da saúde na mesma turma, e, no segundo projeto, com a juventude do Centro de Referência e Assistência Social (CRAS) do bairro da Coroa do Meio, em Aracaju. Quando eu falei sobre esse seu texto com eles, todo mundo que fez o projeto leu e ficou emocionado com a sua experiência. Dividir essas práticas são importantes para vermos como a fotografia, na verdade, pode ser uma bela desculpa para aproximar pessoas, universos, confrontar reflexões. A moçada em Aracaju aprendeu muito com a vivência deles e agora você presenteia todo mundo com esse relato tão intenso e lindo! Muito bom sabermos dessas conexões. Se quiser trocar ideias, estamos aqui =)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *