Autografia

Christian Rodríguez

[Baixe este post como um e-book]

Christian Rodriguez

Christian Rodriguez

“Entiendo la fotografía como una forma de vida.”

Para este Autografia/Especial PEF convidamos o fotógrafo uruguaio Christian Rodríguez, que estará em Paraty com o workshop “Os caminhos da linguagem pessoal”, já com vagas esgotadas.

O diretor do San José Foto, Festival Internacional de Fotografia que teve sua primeira edição em abril deste ano, na cidade de San José, localizada à uma hora de Montevidéu, gosta de enfatizar a importância de sua formação visual diversificada. Rodríguez começou tendo aulas na Oficina Dellioti de Artes Plásticas, ainda adolescente. Seus primeiros cursos de fotografia foram realizados na Dimensão Visual e Foto Club. Trabalhou como cinegrafista na VTV e começou como fotógrafo no jornal El Observador, ambos no Uruguai. Durante esse mesmo período produziu campanhas de moda e publicidade e colaborou com agências de notícias como France Presse, AP, EFE e Reuters.

Em 2006, ao realizar a cobertura do conflito Israel-Hezbollah no sul do Líbano, iniciou uma nova fase na sua carreira, quando começou a investir em seus projetos e pesquisas pessoais. Por este trabalho recebeu a bolsa de estudos Roberto Villagraz (2008) concedida anualmente pela Escola de Fotografia EFTI (Espanha). Assim, em 2009 mudou-se para Madri, onde reside desde então, para cursar o Mestrado. Christian destaca essa época como o momento em que percebe que já não se interessava muito mais pelas notícias, mas pelo viés documental da fotografia.

Em 2011 foi nomeado para o Joop Swart Masterclass de World Press Photo. Em 2012 recebeu Menção Honrosa no IILA/Fotografía (Roma, Itália). É professor do Mestrado Internacional de Fotografia Contemporânea e Projetos Pessoais da EFTI e dá workshops e oficinas de fotografia também no Uruguai e Argentina.

Destacamos dois de seus projetos de maior repercussão: Mulheres Migrantes, com o qual ganhou o prêmio Futuro EFTI (2009), foi selecionado para o Descubrimientos Photo España (2010) e ganhou o primeiro lugar na categoria Migração e Tráfico do POYi Latinoamerica (2011). E Xiec, ensaio sobre o Circo Nacional do Vietnã, vencedor do prêmio Nuevo Talento FNAC de Fotografia (2013).

Christian Rodriguez

Christian Rodriguez

Christian Rodriguez

Christian Rodriguez

Christian é dessas pessoas que tem muita clareza sobre o seu trabalho, seus objetivos, o lugar da fotografia que produz, fala apaixonadamente e entende que os temas fotografados devem surgir de questões e motivações pessoais. Se todos podem dominar a técnica, nem todos tem algo a dizer, neste ponto reside a grande diferença. O fotógrafo acredita que quando alguém tem motivações que vem de dentro, imagens que dialogam com suas experiências e vivências, paixões, elas ganham sentido e perduram no tempo, adquirem um valor que ninguém mais poderia dar a elas.

7 – O que você fotografa?

CR – Em meus projetos pessoais fotografo temas sobre os quais me interessa ampliar o conhecimento ou saber mais sobre determinada realidade. Todos os temas estão sempre relacionados com algum aspecto de minha vida pessoal ou familiar, que em maior ou menor grau afetaram minha vida e a forma de me relacionar. Na grande maioria dos casos as mulheres são as protagonistas.

7 – O que você gosta de fotografar?

CR – Gosto de fotografar histórias próximas e com nome próprio. Quero mergulhar no mundo de uma pessoa e tentar documentar da maneira mais sincera o que vejo e o que sinto.

7 – Por que ir ao Festival Paraty em Foco?

CR – Sem dúvida este festival é um referente para a fotografia do nosso continente. É, sem medo de errar, o festival mais importante da região. Em seus 10 anos de atividade conseguiu potencializar a fotografia brasileira e contribuiu para conectar artistas de diversos países. Pessoalmente, os encontros e festivais são as ocasiões em que mais aproveito para trocar informações, entrar em contato com autores e aprender muito mais sobre fotografia. Acredito que aqueles que realmente pretendem levar a sério esta bela profissão não devem perder esta oportunidade já que um festival com estas características nunca falha. Estou certo de que todos sairemos nutridos de Paraty, com muita vontade de fazer fotos e trabalhar em nossos projetos.

7 – O que te chamou a atenção na programação do Festival este ano?
CR – A quantidade de convidados de todas as partes do mundo. É um luxo contar com fotógrafos tão bons, estou muito animado para assistir aos encontros/entrevistas. Sempre aprendo muito a partir da experiência de outros autores, recarrega minhas energias, me enche de entusiasmo e vontade de trabalhar.


Para quem quiser conhecer mais sobre o fotógrafo, indicamos alguns links com entrevistas:
http://www.100ojoslatinos.com/christianrodriguez
http://www.oitentamundos.blog.br/christian-rodriguez/
http://www.forumfoto.org.br/entrevista-con-el-uruguayo-christian-rodriguez/
http://www.rtve.es/alacarta/videos/la-tarde-en-24-horas/tarde-24-horas-cultura-24-21-11-13/2161034/

Share Button

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *